quarta-feira, 31 de março de 2010

'O Bruxo & os Leões de La Plata', transformaram o 'carpetinho' em tapete!

Diário platense 'El Dia' registra 1º gol de Gastón Fernandez,após seu retorno ao Estudiantes.


Juan Aurich 0 x 2 Estudiantes 
Libertadores da America,
terça-feira,30/03/2010

Juan Aurich
1 Diego Morales
3 Jorge M. Araujo
18 Jesús M. Alvarez
19 Roberto C. Guizasola
2 Jersson Vásquez
6 Gianfranco Espejo
24 Juan C. La Rosa
8 Pedro L. Ascoy
17 Reimond Manco
10 Ricardo Ciciliano
9 Luis C. Tejada
DT: Luis F. Suárez

Suplentes: Jorge E. Rivera, Victor J. Balta, José L. Guevara, César Sánchez, William Chiroque, Manuel F. Barreto, Herlyn I. Zúñiga

Estudiantes
21 Agustín I. Orión
14 Marcos Angeleri
2 Leandro Desábato
3 Christian Cellay
16 Germán Ré
12 Clemente J. Rodríguez
22 Rodrigo Braña
11 Juan S. Verón
7 José E. Sosa
19 Gastón Fernández
9 Mauro Boselli
DT: Alejando Sabella

Suplentes: Damián G. Albil, Marcos A. Rojo, Leandro Benítez, Matías Sánchez, Maximiliano E. Núñez, Enzo N. Pérez, Leandro González

Gols: 6'ST Gastón Fernández (Es), 22'ST Rodrigo Braña (Es)

Substituições: 15'ST William Chiroque por Juan C. La Rosa, 19'ST Enzo N. Pérez por Gastón Fernández, 36'ST Marcos A. Rojo por Clemente J. Rodríguez, 38'ST Herlyn I. Zúñiga por Pedro L. Ascoy, 42'ST Victor J. Balta por Herlyn I. Zúñiga, 43'ST Matías Sánchez por José E. Sosa

Cartões amarelos: 43'PT Jorge M. Araujo (JA) , 17'ST Rodrigo Braña (Es)

Expulsos: 40'ST Jesús M. Alvarez (JA) , 45'ST Luis C. Tejada (JA)

Arbitro: Carlos Amarilla
Estadio: Juan Aurich ( Peru)
Hora: 22:30 hs.

Um Estudiantes mais à esquerda na Libertadores 2010


Nesta temporada, o Estudiantes recorreu a uma fórmula bastante utilizada no futebol brasileiro: resgatar seus jogadores recentemente negociados no mercado externo. Repatriou Sosa, um exímio meia-atacante esquerdo, e também o oportunista Gastón Fernández. No papel, mantidos Verón, Braña, Boselli, Desábato, Angeleri, Pérez, o Estudiantes de Sabella tem um time titular ainda mais forte do que o campeão da Libertadores em 2009.

Mas o sistema 4-4-2 em duas linhas de quatro jogadores, bem escolhido por Sabella na temporada passada, ainda não emplacou. Pérez está em má fase, e o técnico do Estudiantes não parece confiar na força defensiva de seus laterais - principalmente Clemente Rodríguez. Dessa forma, ele repete em 2010 o sistema tático escolhido para defrontar o Barcelona no Mundial da Fifa: o 3-5-2, com variação para 3-6-1.

Ontem, na vitória de 2 a 0 sobre o Juan Aurich, no Peru, o Estudiantes começou no 3-5-2. A estratégia é bem semelhante à aplicação brasileira dos sistemas com três zagueiros. Os laterais, principalmente Angeleri na direita, apoiam pouco. Sem a bola, forma-se um paredão de cinco jogadores defensivos, somando os alas-lateralizados com o trio Cellay, Desábato e German Ré.
No meio-campo, segue a parceria centralizada. Braña como primeiro volante, e Verón como box-to-box, marcando por dentro e saindo para a armação cadenciada e inteligente, de exceção como craque que é, do meio para a direita. Pouco mais adiantado está Sosa, aberto pela esquerda. No ataque, Gastón Fernández e Boselli movimentam-se, com o segundo mais posicionado na função de centroavante de referência.

Na prática, entretanto, o sistema varia para o 3-6-1. Fernández recua por ambos os lados, sem a bola, dependendo do setor pelo qual avança o adversário. Ele auxilia o ala que está sendo atacado, e ao mesmo tempo compensa a ausência de um segundo volante - Verón sabe marcar com posicionamento e dedicação, mas não é um “Braña”, combativo.
O problema - se é que isto se configura em problema - é a viciação ofensiva pela esquerda. Notem no diagrama tático que ilustra o post: Sosa abre pela esquerda, e Clemente Rodríguez apoia mais do que Angeleri. Essa parceria naturalmente atrai Fernández para a triangulação. Não há jogadas pela direita, praticamente. E Verón se força a fazer a transição ofensiva sempre buscando Sosa.
Apesar da previsibilidade, deu certo. Foi com Sosa que o Estudiantes construiu a jogada do primeiro gol, em bela jogada individual do camisa 7, que serviu a Fernández. Braña, em golaço de fora da área, completou o placar.
A contextualização mais importante para a permanência do 3-5-2/3-6-1 é trazida pelo amigo Renato Zanata, o @zanatalabruja do Twitter, cronista especializado em futebol argentino, torcedor pincharrata, e abnegado consultor do blog Preleção para análises de clubes da Argentina. Pérez não vive boa fase. Angeleri está retornando de lesão, ainda incostante. Isso é fundamental para entendermos a escolha de Sabella.
Parece-me - posso estar enganado - que a tendência lógica é, aos poucos, sacar um zagueiro e dar uma nova chance a Pérez. Com ele e Sosa abertos pelos lados, como wingers, e uma linha defensiva bem planejada nas coberturas aos laterais, tendo Braña e Verón centralizados - um volante e um box-to-box - e a dupla Fernández-Boselli na frente, o Estudiantes poderia reproduzir o brilhante 4-4-2 em duas linhas campeão da Libertadores 2009, e com acréscimo de qualidade nas contratações - uma formação mais equilibrada, com jogadas pelos dois lados.

Se isso acontecer, os adversários que se preparem. O Estudiantes se tornaria forte candidato ao título novamente. Competitivo, organizado, e com sobra de talentos individuais.

Eduardo Cecconi , 30 anos, formado em jornalismo pela UFRGS em 2002, mas já trabalhando na imprensa esportiva como repórter da Rádio Band AM em Porto Alegre desde 1999.


Passou pelas redações do Terra e do Jornal do Comércio, ambos em Poa, e foi durante quatro anos correspondente da Zero Hora no interior do RS, primeiro em Cruz Alta, depois em Pelotas.
Ainda em Pelotas se formou treinador de futebol em curso do Sindicato dos Treinadores do RS. Comandou o blog Cidade Futebol, sobre os times de Pelotas - já encerrado - e agora toca o blog Entrevero (sobre todo o futebol do interior gaúcho) e o Preleção, só sobre táticas.
Cecconi, também é setorista do Inter no clicEsportes, e lançou em 2009 o livro "A noite que não acabou", sobre o acidente com a delegação do Brasil de Pelotas, que já vendeu 1,3 mil unidades.






O ótimo volante central Rodrigo Braña, comemorando na minha opinião o gol mais bonito da Libertadores 2010 até o presente momento. Fotos: Diário platense 'El Dia'

Veja os gols da partida:
 


Fontes: Eduardo Cecconi e blog Preleção
            Diário platense 'El Dia'
            Diário argentino 'Olé'
          

sábado, 27 de março de 2010

“Ole, ole ole ole….Brujaaa Bruja”... Pinchando los 'Diablos Rojos'

Diário platense 'El Dia'


Estudiantes 2 x 1 Godoy Cruz - 11ª rodada,Clausura 2010 - 6ª feira, 26 de Março.



Estudiantes
21 Agustín I. Orión
30 Clemente J. Rodríguez
17 Federico Fernández
2 Leandro Desábato
6 Marcos A. Rojo
18 Maximiliano E. Núñez
5 Matías Sánchez
11 Juan S. Verón
23 Leandro Benítez
19 Gastón Fernández
9 Mauro Boselli
DT: Alejando Sabella



Suplentes: Damián G. Albil, Christian Cellay, Raúl Iberbia, José E. Sosa, Darío Steffanato, Michael Hoyos, Leandro González

Godoy Cruz
1 Nelson M. Ibáñez
14 Sebastián R. Martínez
2 Leonardo G. Sigali
26 Jorge Curbelo
4 Carlos A. Sánchez
5 Nicolás A. Olmedo
27 Alejandro Camargo
23 Ariel Rojas
3 David A. Ramírez
18 Jairo F. Castillo
7 Federico Higuaín
DT: Omar Asad



Suplentes: Sebastián A. Torrico, Francisco Dutari, Martín Aguirre, Rodrigo J. Salinas, Sergio Sánchez, César Carranza, Daniel A. Vega

Gols: 13'PT Mauro Boselli (Es), 36'PT Federico Fernández (Es), 40'ST César Carranza (GC)



Substituições: 8'ST César Carranza por Alejandro Camargo, 19'ST José E. Sosa por Gastón Fernández, 20'ST Rodrigo J. Salinas por Jairo F. Castillo, 32'ST Daniel A. Vega por David A. Ramírez, 33'ST Leandro González por Mauro Boselli, 42'ST Darío Steffanato por Juan S. Verón

Cartões Amarelos: 24'PT David A. Ramírez (GC) , 27'PT Ariel Rojas (GC) , 32'PT Gastón Fernández (Es) , 41'PT Clemente J. Rodríguez (Es) , 1'ST Leonardo G. Sigali (GC) , 32'ST César Carranza (GC) , 42'ST José E. Sosa (Es)

Arbitro: Cristian Faraoni
Estadio: Quilmes A.C.
Hora: 19 horas

Com a ausência de importantes jogadores como, Cellay, Braña e Sosa que só entrou em campo na segunda etapa, o Estudiantes de La Plata venceu o Godoy Cruz pela 11ª rodada do Clausura 2010.
O time pincha jogou melhor na primeira etapa quando conseguiu seus dois gols na partida.
Destaque mais uma vez para a ótima atuação do maestro, capitão e bruxo pincharrata, Juan Sebastian Verón, bastante aplaudido pela torcida e muito elogiado por Alejandro Sabella.

Com a vitória de ontem, o Estudiantes colocou uma grande pressão no líder Independiente, pois a equipe pincha está apenas a 3 pontos dos 'Diablos rojos de Avellaneda', que enfrentará fora de casa o Colón, neste domingo.


"ver jugar a Estudiantes es un placer, cada uno que ve a Estudiantes siente eso".



"Es todo mérito de los jugadores, son capaces, entrenan mucho, quieren al club y demostraron que son profesionales y que estan comprometidos con la institución"
Alejandro Sabella, sobre o desempenho e o comprometimento de seus jogadores com o clube.

 "más allá de la técnica, la personalidad y la pegada, siempre corre adentro de la cancha, parece un pibe y contagia, y todos corren mucho".
Alejandro Sabella, sobre Juan Sebastian 'La Brujita' Verón


“Ole, ole ole ole….Brujaaa Bruja”
Canto da torcida pincha que 'tomou conta' do estádio do Quilmes, durante vários momentos da partida de ontem.


Fontes: Diário platense 'El Dia'
            Diário 'Olé'
           Cielo Sports

sexta-feira, 26 de março de 2010

Hoje:Estudiantes x Godoy Cruz.

Alejandro Sabella
Foto: Diário platense 'El Dia'


O Estudiantes de La Plata, recebe hoje a noite as 19:10min, no estádio do Quilmes, o Godoy Cruz, pela 11ª rodada do Clausura 2010.
O treinador pincha, Alejandro Sabella promove algumas alterações na equipe com relação aos 11 titulares que mandou a campo na última terça-feira em partida contra o Bolívar pela Libertadores da América.

Na defesa, Federico Fernandez entra na zaga central no lugar de Cellay. Na lateral esquerda a boa e jovem promessa, Marcos Rojo entra no lugar de Gérman Ré.
Na meia cancha, Matías Sanchez fará a função de 1º volante, formando dupla pelo meio com o capitão 'La Brujita' Verón.
Max Nuñez como meia aberto pela direita e Leandro Benitez retorna a equipe, fazendo a a função de meia aberto pela esquerda.
No ataque Sabella mantém Gastón Fernandez e o artilheiro Mauro Boselli.
É possível ainda que Clemente Rodriguez entre no lugar de Angeleri, na lateral direita da equipe pincha.

Estudiantes x Godoy Cruz - 11ª rodada,Clausura 2010 - 6ª feira, 26 de Março.

Estudiantes: Agustín Orión; Clemente Rodríguez, Federico Fernández, Leandro Desábato, Marcos Rojo; Maxi Núñez, Matías Sánchez, Juan S. Verón, Leandro Benítez; Gastón Fernández e Mauro Boselli.
DT: Alejandro Sabella



Godoy Cruz: Nelson Ibáñez; Leonardo Sigali, Sebastián Martínez, Jorge Curbelo; Carlos Sánchez, Alejandro Camargo, Nicolás Olmedo, Ariel Rojas, David Ramírez; Federico Higuaín y Jairo Castillo.
DT: Omar Asad



Árbitro: Cristian Faraoni

Estádio: Quilmes (mando de campo do Estudiantes)

Hora: 19:10min

Fonte: Cielo Sports

quarta-feira, 24 de março de 2010

Em pleno outono, uma noite típica de Verón!


Capa do diário platense 'El Dia'

Estudiantes 2 x 0 Bolívar
4ª rodada da Copa Libertadores da América
Fase de grupos, em 23/03/10

O Estudiantes de La Plata, concluiu sua 4ª partida dentro da Libertadores 2010, somando mais 3 importantes pontos que o mantém com boas chances de terminar a fase de grupos em primeiro lugar na chave 3 da competição continental.

Uma noite em que brilhou o futebol clássico do maestro, capitão e bruxo Juan Sebastían 'La Brujita' Verón.
Verón presenteou a torcida pincharrata com belos e precisos passes de curta e longa distância, como no primeiro gol pincha, marcado por 'Principito' Sosa, outro grande destaque na partida e também no início da jogada que originou o segundo gol do Estudiantes, marcado pelo artilheiro Mauro Boselli.


Foto: Diário argentino 'Olé'

Creció en el segundo tiempo, cuando se adelantó más en el terreno y complicó a la defensa de Bolívar con la precisión de sus pases.
O diário platense 'El Dia', elogiou a atuação de Verón na partida frente ao Bolívar


Em partida tranquila para o setor de marcação pincha, Braña e Sosa puderam apresentar bom futebol dinate da fraca equipe do Bolívar - Foto: Diário platense 'El Dia'


Mauro Boselli - Foto: Diário argentino 'Olé'


'El goleador silencioso', por Sergio Maffei

"Se lo va a extrañar a Boselli el día que se vaya. Por lo que aporta, por lo que exige, por lo que se mueve, por lo que genera, por sus goles errados pero también por sus goles convertidos. Si su efectividad ya es tremenda, si está a un sólo gol en la Copa de un prócer como Juan Ramón Verón, si apenas está a un grito de ser el máximo goleador copero de un equipo copero por excelencia(...)"
"(...)Este campeón, con un Verón enorme, con un Braña conmovedor, con un Sosa decisivo, con un Angeleri recuperado y con una defensa otra vez sólida(...)"
"(...)Confianza sobra: este equipo tiene garra y fútbol para pasar ese desafío."
Publicado no diário 'Olé', nesta quarta-feira, 24 de Março.

Boselli está próximo de marca histórica!

Mauro Boselli, que agora soma 12 gols em Libertadores, está apenas a 1 gol de se igualar a Juan Ramón Verón que marcou 13 gols atuando pelo Estudiantes dentro desta competição continental, no final da década de 60, quando o clube pincha conquistou 3 títulos consecutivos da Copa.
 
Fontes: Diário platense 'El Dia'
               Cielo Sports
               Diário argentino 'Olé'


terça-feira, 23 de março de 2010

Marcelo de Lima Henrique apita hoje a noite, Estudiantes x Bolívar pela Libertadores!

O Estudiantes enfrenta hoje a noite o fraco time boliviano do Bolívar pela Libertadores de América, com a 'obrigação' de obter um bom resultado.
O Bolívar como sendo o time mais fraco do grupo, acabou se tornando o adversário que pode definir o primeiro colocado da chave na medida em que consiga, por exemplo, a improvável façanha de endurecer a partida de logo mais diante do time pincha.

O treinador do time boliviano, Santiago Escobar, anunciou que irá manter o 3-4-1-2, mesmo esquema  que vem apostando desde o início da competição, apesar dos maus resultados obtidos pela equipe.
Santiago Escobar, contará no ataque com o brasileiro naturalizado boliviano, Alex da Rosa.

O Trio de arbitragem será brasileiro

O árbitro carioca Marcelo de Lima Henrique fará hoje sua estréia internacional no apito,nesta importante partida para o Estudiantes de La Plata.
Hilton Rodrigues Moutinho e Dibert Pedrosa completarão o trio da arbitragem.


Torcedores do Estudiantes,começam a recolher hoje chaves de bronze para que o material seja utilizado na confecção de uma estátua em homenagem a 'La Brujita' Verón.
Uma idéia que surgiu através da revista pincha Animals!

Prováveis escalações:

Estudiantes: Agustín Orión, Marcos Angeleri, Cristian Cellay, Leandro Desábato, Germán Ré; Enzo Pérez, Rodrigo Braña, Juan S. Verón, José Sosa; Gastón Fernández e Mauro Boselli.
DT: Alejandro Sabella

Bolívar: Carlos Arias; Limbert Méndez, Ronald Rivero e Ignacio Ithurralde; Didí Torrico, Leonel Reyes, Wálter Flores e Abdón Reyes, Charles da Silva, Alex da Rosa e William Ferreira.
DT: Santiago Escobar

Árbitro: Marcelo L. Henrique (Brasil)
Estádio: Quilmes (mando de campo do Estudiantes)
Hora: 19:30min.

Fontes: Cielo Sports
              Diário argentino "Olé"
            http://www.apitonacional.com.br/

sábado, 20 de março de 2010

Sabella completou 1 ano a frente do Estudiantes, em noite de 'Baile Pincha'

Capa do diário platense 'El Dia'

Atlético Tucamán 1 x 3 Estudiantes - 10ª rodada do Clausura - 19/03/10

Atlético Tucumán
1 Lucas Ischuk
4 Andrés Bressán
19 Javier M. Páez
6 Juan M. Azconzábal
20 César More
10 Claudio Sarría
5 Martín Granero
14 Damián Musto
32 Juan P. Pereyra
7 Luis M. Rodríguez
9 Emanuel Gigliotti
Treinador: Mario Gómez



Suplentes: Esteban Dei Rossi, Ricardo Moreira, Rodrigo Herrera, Claudio D. Vargas, César Montiglio, David H. Drocco, Fabio Escobar

Estudiantes
21 Agustín I. Orión
14 Marcos Angeleri
3 Christian Cellay
2 Leandro Desábato
16 Germán Ré
8 Enzo N. Pérez
22 Rodrigo Braña
11 Juan S. Verón
7 José E. Sosa
19 Gastón Fernández
9 Mauro Boselli
Treinador: Alejando Sabella



Suplentes: Damián G. Albil, Clemente J. Rodríguez, Marcos A. Rojo, Marcelo Carrusca, Matías Sánchez, Maximiliano E. Núñez, Leandro González

Gols: 3'PT Mauro Boselli (Es), 46'PT Juan M. Azconzábal (AT), 2'ST José E. Sosa (Es), 30'ST Mauro Boselli (Es)

Substituições: 0'ST Claudio D. Vargas por Damián Musto, 16'ST Fabio Escobar por Claudio Sarría, 22'ST Marcelo Carrusca por Gastón Fernández, 35'ST David H. Drocco por Emanuel Gigliotti, 38'ST Clemente J. Rodríguez por Enzo N. Pérez

Cartões Amarelos: 2'PT Juan M. Azconzábal (AT) , 35'PT Damián Musto (AT) , 37'PT Andrés Bressán (AT) , 41'PT Marcos Angeleri (Es) , 16'ST Emanuel Gigliotti (AT) , 21'ST Agustín I. Orión (Es)

Expulso: 21'ST Claudio D. Vargas (AT)



Árbitro: Sergio Pezzotta
Estadio: At. Tucumán
Hora: 21:10min


Alejandro Sabella, completou no último dia 15 de Março, o período de 1 ano como treinador do Estudiantes de La Plata. Foto: Diário platense 'El Dia'

"(...)en su primera experiencia como técnico solista, Sabella demostró estar a la altura de las circunstancias. Es cierto, tomó el volante de un equipo en marcha, con un grupo sólido en su constitución y con jerarquía. Pero no cualquiera se puede sentar a manejar un Fórmula Uno(...)"
Trecho de "El orgullo de Sabella", por Sergio Maffei, para diário argentino 'Olé' 
 
Alejandro Sabella completou esta semana, 1 ano no cargo de treinador do Estudiantes de La Plata. Assumiu o comando técnico da equipe em 15 de Março de 2009, ainda na fase de grupos da 50ª edição da Libertadores de América e conduziu o clube pincha a conquista de seu 4º título na competição.
 
 Boselli em noite de Boselli.O artilheiro deixou sua marca duas vezes na peleja de ontem.


Braña foi o responsável pelo belo passe para Mauro Boselli marcar o 3º gol pincha na partida.


'Principito' Sosa, em bela cobrança de falta,assinalou o 2º gol pincha.
 
Assista aos gols da partida
 


Fontes: Diário argentino 'Olé'
            Diário platense 'El Dia'

domingo, 14 de março de 2010

Vitória sobre o Newell's mantém Estudiantes na briga por 1º título do ano!

Gastón Fernández, já liberado pela FIFA,começou a partida no banco de suplentes
Foto: Diário platense "El Dia"

Estudiantes 2 x 0 Newell's Old Boys - 9ª rodada do Clausura - 13/0310

Estudiantes
21 Agustín I. Orión
14 Marcos Angeleri
3 Christian Cellay
2 Leandro Desábato
16 Germán Ré
8 Enzo N. Pérez
22 Rodrigo Braña
11 Juan S. Verón
18 Maximiliano E. Núñez
7 José E. Sosa
9 Mauro Boselli
DT: Alejando Sabella

Suplentes: Damián G. Albil, Clemente J. Rodríguez, Federico Fernández, Leandro Benítez, Matías Sánchez, Jerónimo Morales Neumann, Gastón Fernández

Newell's Old Boys
22 Sebastián D. Peratta
15 Nahuel Roselli
4 Agustín Alayes
29 Juan M. Insaurralde
3 Juan L. Quiroga
10 Mauro Fórmica
7 Lucas Bernardi
16 Marcelo A. Estigarribia
21 Leonel Vangioni
17 Jorge D. Achucarro
9 Cristian Núñez
DT: Roberto N. Sensini

Suplentes: Nahuel Guzmán, Alexis Machuca, Hugo A. Barrientos, C. Sanchez Prette, Mauricio Sperdutti, Raúl Villalba, Diego A. Torres

Gols: 46'PT Nahuel Roselli (EC) (Ne), 13'ST Mauro Boselli (Es)

Substituições: 6'ST Mauricio Sperdutti por Marcelo A. Estigarribia, 26'ST Diego A. Torres por Juan L. Quiroga, 29'ST Gastón Fernández por José E. Sosa, 29'ST Leandro Benítez por Maximiliano E. Núñez, 35'ST C. Sanchez Prette por Mauro Fórmica, 37'ST Clemente J. Rodríguez por Enzo N. Pérez

Cartões Amarelos: 25'PT Jorge D. Achucarro (Ne) , 38'PT Juan L. Quiroga (Ne) , 44'PT Marcelo A. Estigarribia (Ne) , 45'PT Leonel Vangioni (Ne) , 18'ST Agustín Alayes (Ne) , 20'ST Juan S. Verón (Es) , 31'ST Nahuel Roselli (Ne)

Árbitro: Juan Pablo Pompei
Estadio: Quilmes A.C.
Horário: 19:10 min





Fotos: Diário platense "El Dia"

"El Pincha recuperó su nivel, y uno de los grandes responsables fue su líder, Juan Sebastián Verón."



...El León fue muy superior a Newell´s, y la Bruja fue la figura indiscutida...Mostró todo su repertorio, demasiado para el rival."
Diário argentino "Cielo Sports"
 
 
A dupla Boselli e Gastón Fernández,está de volta!
Foto: Diário platense "El Dia"
 
Gastón Fernandez, voltou a jogar uma partida oficial pelo Estudiantes desde a decisão da Libertadores 2009, realizada no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, quando marcou um dos gols do título pincha.
Alejandro Sabella, colocou La Gata Fernández aos 28 minutos do segundo tempo em lugar de 'Pricipito' Sosa.
Por 15 minutos foi possível ver em ação novamente a dupla, Boselli e Fernández, ataque titular no 1º semestre de 2009 e muito importante na conquista da America pela 4ª vez na história dos 'Leões de La Plata'.

“fuimos sólidos, equilibrados, creativos. Faltó la contundencia, porque chances tuvimos y muchas”.

"Fue un equipo que creó muchas jugadas de gol y fue producto del buen juego".

“Newell’s es un buen equipo. Un equipo importante, que tiene un cuerpo técnico muy importante también. Tuvieron dos bajas sensibles, no vinieron con todo su potencial".
Alejandro Sabella, em entrevista coletiva após a partida


Veja os gols da partida


Fontes: Diário platense "El Dia"
            Cielo Sports
            Diário argentino "Olé"

sábado, 13 de março de 2010

O Estudiantes jogando como mandante, sustenta invencibilidade de 9 jogos contra o Newell's



O Estudiantes de La Plata, na partida de hoje a noite frente ao Newell's Old Boys, colocará em jogo uma invencibilidade de 9 partidas sem perder para o 'Conjunto Rosarino'.

Estudiantes e Newell's já se enfrentaram 131 vezes, com 48 vitórias para cada clube e 35 empates.

A última vez que o Newell's Old Boys venceu como visitante o Estudiantes, foi pelo Clausura 2000, quando o placar da peleja assinalou: Estudiantes 1 x 3 Newell's.

Os gols daquela jornada foram marcados por Diego Quintana (2) e Damián Manso. O único gol albirrojo foi marcado por Ernesto Farías.

Prováveis escalações:

Estudiantes: Agustín Orión, Marcos Angeleri, Cristian Cellay, Leandro Desábato, Germán Ré; Enzo Pérez, Juan S. Verón , Rodrigo Braña, Maxi Núñez; José Sosa e Mauro Boselli.
Treinador: Alejandro Sabella

Newell’s Old Boys: Sebastián Peratta; Nahuel Roselli, Agustín Alayes, Juan Insaurralde e Lionel Vangioni; Mauro Formica, Lucas Bernardi, Hernán Villalba e Marcelo Estigarribia; Jorge Achucarro e Cristian Núñez.
Treinador: Roberto Sensini

Árbitro: Juan Pablo Pompei
Local: Estádio Centenário de Quilmes
Hora: 19:10min

Fonte: Cielo Sports

sexta-feira, 12 de março de 2010

Gastón Fernandez está liberado para jogar novamente pelo Estudiantes

Gastón Fernandez está de volta ao Estudiantes
Foto: Diário argentino "Olé"


Hoje as 11 horas da manhã foi divulgada a decisão da FIFA em liberar Gastón Fernandez para atuar novamente com a camisa do Estudiantes de La Plata.
O prazo desta liberação é de 12 meses. O atacante que já vinha treinando junto ao elenco pincha no Country Club de City Bell, usará a camisa 19 e está a disposição de Alejandro Sabella para a partida de amanhã no estádio do Quilmes as 19:10min contra o Newll's Old Boys.

Fonte: Diário argentino "Olé"


terça-feira, 9 de março de 2010

Meu presente de aniversário para Juan Sebastian 'La Brujita' Verón

Um Estudiantes no 4- 4-1-1 com Angeleri, Stefanatto e Leonardo Jara


Com base nas últimas atuações do Estudiantes de La Plata, me arrisquei a sugerir uma nova composição tática para a equipe de Alejandro Sabella, com a substituição de 3 nomes daqueles que vem atuando como titulares até o momento.



Minha primeira substituição seria na defesa, com a saída de Germán Ré para o retorno de Angeleri a lateral direita.

Germán Ré que atua como 4º homem na linha de 4 defensores, além de não apoiar muito pelo setor esquerdo, tem apresentado com clara deficiência na marcação dos adversários que caem por aquele setor da defesa pincha.

Com a entrada de Angeleri na lateral direita, Clemente Rodriguez passaria para a lateral esquerda. Assim teríamos um equilíbrio no apoio pelas laterais, com as subidas de Angeleri e Rodriguez para gerar opções de jogadas com os armadores Verón e Jara e mais a frente, Sosa e Boselli.

No meio-campo, colocaria outro ‘5 clássico’ ao lado do volante central Braña.

Dario Stefanatto, recém contratado ao All Boys da Nacional B, entraria no lugar de Leandro Benitez.

Pelas características relatadas pelos analistas de futebol da argentina e pelo perfil técnico apresentado pelo próprio jogador nas partidas em que atuou, além de bom marcador Stefanatto é daqueles volantes que se apresenta no campo adversário para o arremate de longa distância. Com Stefanatto o time reforçaria a proteção a sua zaga, já que ele dividiria com Braña a cobertura aos laterais e a equipe também incorporaria uma nova opção para criar situações de gol em partidas que apresentem dificuldades para se chegar ao gol adversário através de triangulações e passes longos.

A terceira alteração que despretensiosamente gostaria de propor, seria a saída do camisa 8 Enzo Perez para a entrada de Leonardo Jara, jovem enganche de 19 anos formado na base do Estudiantes.

A impressão que me dá é que Enzo Perez desde que fora convocado para a seleção argentina por Maradona, passou a exagerar no preciosismo e também o vejo um pouco disperso do jogo em alguns momentos das partidas que pude assistir.

O capitão Verón que já teria facilitada sua tarefa na marcação com Stefanatto jogando ao lado de Braña, ficaria também, menos sobrecarregado da responsabilidade de organizar o time na meia-cancha, com a entrada na equipe do menino Jara, um armador de ofício.

José Sosa completaria este novo meio-campo mais combativo e ao mesmo tempo mais criativo do que o meio-campo titular até o momento. Sosa jogaria como opção de tabela e triangulação para os armadores Jara e Verón, mas também com a tarefa de auxiliar pelos dois flancos, o atacante Mauro Boselli.

"Ya lo venía observando en su división y me parece un jugador muy interesante", al tiempo que destacó que “tiene un buen físico, gran técnica, manejo de pelota y visión de juego".
Alejandro Sabella, sobre Leonardo Jara

Presente para 'La Brujita' Verón, que completou 35 anos neste 09 de Março de 2010

O time ganharia mais uma opção de apoio pelas laterais com a entrada de Angeleri.

Na meia cancha a proteção a zaga e a cobertura dos laterais seriam reforçadas com a presença de Dario Stefanatto ao lado de Rodrigo Braña.

A meia cancha também ganharia mais criatividade na armação com a entrada do jovem enganche Leonardo Jará para dividir com Verón a tarefa de armar o time com auxílio da aproximação de José Sosa, que jogaria da intermediária adversária para frente, com liberdade para cair pelos lados do campo e por dentro do ataque, dando opção de jogadas aos laterais e ao atacante de área, Mauro Boselli.


Sabella poderá aplicar um 5-4-1 hoje a noite contra o Bolívar

Alejandro testou 3 esquemas táticos para o jogo de hoje a noite em La Paz, contra a equipe do Bolívar pela terceira rodada da Libertadores da America, edição 2010.

Primeiro Sabella testou o 4-4-2, com Angeleri de lateral direito, Benitez de volante pela esquerda e Maxi Nuñez, com a saída de Enzo Perez.

Depois Sabella alterou o esquema para 4-5-1, onde Clemente entrou no lugar de Angeleri; Enzo Perez substituiu a Maxi Nuñez ; Matías Sanchez formou o 'doble 5' ao lado de Braña; Verón mais a frente na armação; Sosa de volante pela esquerda e apenas Boselli na frente.

E por último treinou a formação 5-4-1 (similar a utilizada na final do mundial contra o Barcelona) com Angeleri na lateral direita; Clemente Rodriguez na lateral esquerda; o meio-campo formado por Braña,Nuñez(Perez), Verón e Sosa. Boselli seria o único homem de frente no ataque pincha.
Sabella comentou que se optar por utilizar Perez de início, o camisa 8 por ter mais característica de volante do que Maxi Nuñez, permitirá que Sosa jogue mais adiantado se aproximando de Mauro Boselli. Caso ele prefira começar a partida com Nuñez , que considera um meio-campista mais de frente do que Perez , terá então, uma outra distribuição de seus jogadores de meio-campo.

Se Sabella ainda não se definiu sobre qual esquema tático aplicar na partida de hoje o que parece mais claro é a 'barração temporária' do meia Leandro Benitez, que em 2 dos 3 esquemas destacados por Sabella, não figura entre os prováveis 11 titulares.

Alejandro Sabella ressaltou ainda que apesar da possível escalação de 5 defensores, Angeleri e Clemente Rodriguez são jogadores de projeção o que permite saída de jogo pelas laterais e opções de jogadas combinadas com o meio-campo e ataque.

Provável escalação (no 5-4-1) que começara a partida de hoje a noite:
Agustín Orión; Marcos Angeleri, Christian Cellay, Leandro Desábato, Germán Ré, Clemente Rodríguez; Maximiliano Núñez (ou Enzo Pérez), Juan Sebastián Verón, Rodrigo Braña, José Sosa; e Mauro Boselli.



Alejandro Sabella exibe sua medalha de campeão da Copa Libertadores 2009.

Primero me sirven para ocupar el espacio defensivo y segundo para salir rápido y ser la opción del primer pase, para poder salir y ganar terreno”.
Sabella comenta sobre seus laterais, Angeleri e Rodriguez.

Son los dos parecidos, los dos corren con la pelota, pero Núñez es más delantero que Pérez que es más volante”.

Sabella fala sobre as características do futebol de Enzo Perez e Maxi Nuñez.

“Tenemos que con ocupar los espacios por más que no haya rivales, tratar de ocupar los espacios para que no lleguen en vacíos”
Sabella menciona qual deverá ser o comportamento tático do Estudiantes hoje a noite frente ao Bolívar.

Bolívar x Estudiantes - Fase de grupos da Libertadores 2010
Hoje as 19 horas, ao vivo, no Sportv.

Fontes: Diário argentino "Olé"
            Cielo Sports  


domingo, 7 de março de 2010

Com boa atuação do goleiro Marchesín e cabeça na Libertadores, Pincha e Lanús não saíram do zero!

Salcedo camisa 14 do Lanús e Matías Sanchez, o cinco do Estudiantes
Foto: Canchallena.com

Lanús 0 x 0 Estudiantes - 8ª rodada do Clausura  - 06/03/10

Lanús: Marchesín; Erramuspe, Hoyos, Viera, Lugo; Pizarro, Fritzler, Pelletieri, S. Blanco; Lagos y Salcedo. Treinador: Zubeldía.



Estudiantes: Albil; C. Rodríguez, F. Fernández, Rojo, Iberbia; E. Pérez, M. Sánchez, Stefanatto, M. Hoyos; Morales Neumann e L. González.
Treinador: Sabella.



Cartões Amarelos: PT 05´ Iberbia (ELP), 20´ Erramuspe (CAL), 35´ Pérez (ELP), ST 19´ Rojo (ELP) 28´ Sánchez (ELP), 38´ Benítez (ELP)



Substituições: ST 10´ Castillejos x Menéndez (CAL), 10´ Aguirre x Fritzler (CAL), 17´ Núñez x Pérez (ELP), 25´ Boselli x Morales Neumann (ELP), 35´ Benítez x Hoyos (ELP), 39´ Aparicio x Blanco (CAL)

Árbitro: Cristian Faraoni
Local: Estádio do Lanús
Hora: 21:10min

Uma partida cujo o resultado esteve em aberto todo o tempo, a pontaria ruim de ambas as equipes e a boa atuação do goleiro Marchesín, foram determinantes para o zero a zero.

Se o Lanús começou pressionando mais , o Estudiantes logo se organizou e equilibrou o jogo.
Sabella se utilizou da presença de Mauro Boselli no banco de reservas para tentar melhorar o aproveitamento nas conclusões a gol, mas a entrada do artilheiro e camisa 9 pincha não se traduziu em êxito.
Segundo o diário argentino "Olé", Sebastían Blanco por parte do Lanús e Enzo Perez pelo Estudiantes, foram os bons destaques da partida principalmente no primeiro tempo.

A situação na tabela do clausura 2010 antes mesmo do início da partida de ontem, indicava que a prioridade neste 1º semestre tanto para o Lanús quanto para o Estudiantes, é sem dúvida alguma a Libertadores da América.
O Estudiantes que viaja nesta segunda-feira para a Bolívia onde enfrentará na próxima terça-feira* a equipe do Bolívar, na altitude de La Paz, contará com o retorno do capitão e maestro, 'La Brujita' Verón, que estava servindo a seleção argentina na Alemanha.

"...dejó una mejor imagen el equipo platense en el cierre del encuentro. Más incisivo, más ambicioso, con la determinación evidente de ganar el encuentro..."
O jornal Canchallena.com destacou o Estudiantes como o time que demonstrou maior interesse e melhor futebol para buscar a vitória na noite de ontem.




* Bolívar x Estudiantes pela Libertadores da América
 - Próxima terça-feira, as 19 horas
(sportv transmite ao vivo)
 Goleiro Agustín Marchesín provou porque barrou Caranta no arco do Lanús
O jovem goleiro do Lanús, Agustín Marchesín, demonstrou ontem a noite porque o treinador Luis Zubeldía confia nele como titular, deixando Mauricio Caranta no banco de reservas.
A ótima atuação de Marchesín, impediu que o Lanús não caísse diante de um 'Estudiantes reserva'.
O jovem arqueiro fez 3 importantes defesas, impedindo que Morales Neuman, Leandro Benitez e Leandro Gonzalez marcassem para o Estudiantes.
Marchesín foi um dos poucos jogadores do Lanús que saiu de campo aplaudido pela hinchada Granate.

Outros destaques do Estudiantes na partida

Federico Fernández

O zagueiro Federico Fernández não falhou em nenhuma jogada e transmitiu segurança aos seus companheiros de defesa.

"La firmeza de Fernández sobresalió del resto"
Manchete do site Cielo Sports 


Dario Stefanatto
 
O volante Dario Stefanatto, recém contratado ao All Boys da Nacional B, demonstrou mais uma vez que a camisa pincha não lhe pesa os ombros e que tem realmente bom arremate de longa distância, característica esta já destacada do tempo de All Boys.
Stefanatto ressaltou que precisa ganhar mais ritimo de jogo para evitar desgaste físico desnecessário e assim, poder render ainda mais tecnica e taticamente para a equipe pincha.
 
 "corrí mucho, me tengo que ordenar un poquito mas, con los partidos voy a correr un poco menos y terminar menos cansado".
"vamos a seguir peleando el campeonato, con tres fechas buenas nos metemos en la pelea". 


Fontes: Cielo Sports
            Diário argentino "Olé"
            Diário platense "El Dia"
            Site canchallena.com